7.9.05

Vida 2.0


Faz umas poucas semanas que me rendi ao universo de Second Life. Dentre os vários sobrenomes que eles oferecem quando a gente se cadastra, acabei adotando o Benton, Chico Benton. De início é meio estranho, os cenários vão sendo renderizados em tempo real à medida em que se caminha pelos mais de 77 km2 de área total do jogo. Mal tive tempo de percorrer 1/77 disso... Mas o grande barato do... jogo (?) é explorar. Com a ajuda de um eficiente teleporte, você pode ir do País das Maravilhas a um deserto qualquer; de uma boite gótica a um first-person-shooter instalado dentro de Second Life, pelos próprios "residentes"... só vendo!

Resolvi escrever uma matéria em primeira pessoa para o Link e, para isso, um dos meus principais guias foi Hamlet Linden, um jornalista da Salon, contratado para cobrir a emergência da sociedade (e que sociedade!) em seu blog New World Notes. A matéria, claro, é só uma parte. Muitas das coisas que eu vi por lá, como um memorial em tempo real em homenagem às vítimas do furacão Katrina, não couberam. Pretendo ao longo do tempo e na medida do possível ir contando as minhas novas descobertas por aqui. Ou, melhor ainda, por que não vai explorá-lo por conta própria?

2 Comentários:

Blogger Grifinia disse...

prefiro nem experimentar.
essas coisas viciam!

12:56 PM  
Blogger brunouch disse...

vei esse jogo eh a melhor coisa que se tem para fazer na net eh o "matrix" da real vei tamos juntos nisso!

10:43 PM  

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home