12.9.08

Dark liquidity pools

Aviso 1: parece que o negócio é complicado de verdade, é provável que eu tenha entendido tudo errado, então é aconselhável não mudar sua estratégia de ação no mercado por causa disso.

Aviso 2:
ajuda ter uma noção do que é liquidez.

Você é um banco, um fundo de pensão, um hedge fund, ou qualquer outra organização que movimente MUITO dinheiro. Você tem 60% das ações de uma empresa X e está prestes a vender metade delas. O que acontece se você simplesmente as coloca à venda na bolsa de valores? O preço delas cai, devido a um aumento muito grande na oferta. Isso te prejudica tanto antes da venda, pois como nem tudo sendo vendido é executado no mesmo segundo as vendas subsequentes serão afetadas pelas anteriores, e depois da venda também, já que você ainda vai ficar com muitas ações da empresa X, que agora valem bem menos.

Então o que você faz? Executa a transação em um dark liquidity pool. A idéia básica é usar uma ou mais crossing networks, que são entidades que ligam compradores e vendedores por fora das bolsas, para fazer o negócio.

Mas a coisa não pára por aí. Também há muita estratégia relacionada ao outro lado da transação. Imagine que agora você é o comprador e está interessado em adquirir um grande volume de ações da empresa Y. Você pensa em usar um dark liquidity pool, já que está querendo evitar que sua intenção de compra altere a liquidez dessas ações. Mas qual pool usar? Se todos estão escondendo liquidez, não há como saber de antemão onde você vai encontrar a melhor oportunidade. A solução? Algoritmos, com nomes como "Sniper", "Guerrilla" e "I.S. Shadow" (a NewScientist já falou sobre isso, mas infelizmente tem que pagar pra ler). É só colocar uns sistemas correndo vários desses pools procurando padrões e fazendo tentativas para descobrir onde se encontra a melhor oportunidade no momento.

Até que faz sentido, afinal de contas, descentralização e diminuição de regulamentação são a regra de todos os sistemas, independente de tipo. E há fatos: dark pools surgindo em todos os lugares do mundo e 10% das negociações dos EUA já acontecendo através deles. Isso significa que cada vez menos vai ser possível acreditar nos preços percebidos pelas bolsas.

Lembra desterritorialização e a relação entre espaços liso e estriado.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home