2.3.08

Darwinismo e teoria da complexidade

Já parou pra pensar na teoria evolucionista? De vez em quando ela parece um pouco mágica (mesmo sendo muito menos mágica que a idéia de uma força criadora inteligente)?

Carl Woese acha que sim e usa conceitos da teoria da complexidade pra mostrar que a evolução das espécies não é tão bem comportada, apresentando saltos (ou seja, não é linear) relacionados ao comportamento de rede entre os indivíduos de uma espécie. E é exatamente essa a proposta: pra entender melhor como se dá a evolução é necessário mudar o foco do organismo para a espécie como um todo.

Com proposta diferente, mas também buscando harmonizar biologia e complexidade, Guy Hoelzer procura a relação entre seleção natural e auto-organização.

Tudo indica que o reducionismo realmente não tem mais vez.

Marcadores: ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home