10.11.05

que comprem bicicletas!

Por falar em bugs, um do sistema da vida real.
Com a desvalorização abrupta da moeda local e uma crise de combustível, os cidadãos do Zimbábue correram atrás de alternativas acessíveis, como transporte público e , tchanam : bicicletas !
Conclusão : O preço das bicicletas subiu 1.838%, e dos transportes públicos 200%.
Levando a inflação anual à média de 400%.
Dimiuindo ainda mais o parco investimento no país.
E provocando mais desvalorização da moeda e mais pobreza.

A não ser, imagino eu, da "A.Z.P.V.B" (Associação Zimbabuense de Produtores e Vendedores de Biciletas, Monociclos e Similares). Cujo presidente deve estar recebendo uma medalha no palácio do rei. Empresário cujo filho vai estudar em Cambridge.
Esse filho do chefe da AZPVB depois vai voltar ao país e iniciar uma revolta, derrubar o rei e instaurar uma teocracia fundamentalista. E vai matar o rei. E depois vai ficar rico usando o país como Base para o tráfico internacional de (armas/órgãos/cds do CharlieBrown). E vai dizer ao povo que as novas bicicletas vão estar chegando logo, logo... logo depois deles acabarem com o grande satã : O país que produziu e vendeu as malditas bicicletas inflacionadas para o comércio local (na época, provavelmente vai ser a China) .
Ciclistas-Bombas-Imigrantes nas ruas de Pequim vão eventualmente matar um turista Sueco. O que vai levantar o debate da facilidade de adquirir e transitar com uma bicicleta no mundo. E o William Bonner, com 198 anos, vai dizer que "o congresso nacional aprovou, por 30000 votos a 12, a lei que obriga todo o veículo a ser autorizado pela Interpol e movido à (gasodiesel / biolina / alcool de papoula / sei la.. o que estiverem vendendo na época). Ficam proibidos os veículos civis-não-poluentes".
Sorte minha, que nunca gostei de bicilcetas...

De volta à realidade, pelo menos o governo (do rei, olhem só) continua atento na hora de reprimir as violentas manifestações dos mais pobres entre os pobres.

via Folha

1 Comentários:

Blogger mdediana disse...

Não esquenta, não. Se a situação ficar muito complicada o U2, a Celine Dion e mais meia dúzia de decadentes faz um show para arrecadar fundos para o presidente do... ops, quer dizer, para a população do Zimbábue não morrer de fome.

3:00 PM  

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home