17.1.06

A Pós-Humanidade

Vernor Vinge é um matemático e escritor de ficção científica que popularizou o termo Singularidade Tecnológica através de um ótimo ensaio escrito em 1993. O termo representa o momento em que a tecnologia atinge um grau de evolução tal que a sociedade muda de forma radical e definitiva, fazendo com que os antigos modelos percam o sentido. Para Vinge, a causa mais provável disso é o surgimento de uma inteligência sobre-humana. Ele estima que isso acontecerá dentro dos próximos 30 anos e vê basicamente 4 possibilidades:

  • Computadores superinteligentes podem "despertar".

  • Redes de computadores (e os usuários ligados a elas) podem "despertar" como uma entidade super-inteligente.

  • Homens e máquinas podem se tornar tão próximos que uma nova espécie surgirá.

  • A biologia pode aumentar a capacidade intelectual humana.


O artigo discute os dois tipos de cenários possíveis. O mais pessimista, estilo Matrix, no qual os seres humanos tornam-se obsoletos e vencidos pela seleção natural, e um mais otimista, no qual a humanidade não é substituída, mas sim transformada, numa nova raça (raciocínio bastante semelhante ao que o eterno otimista Ray Kurzweil defende em seu último livro).

Façam suas apostas.

Agradecimentos ao Rodrigo, que me indicou esse artigo.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home