20.4.06

Eles não podem estar errados

Esse post não contém nenhuma novidade. Na verdade, sua única função é demonstrar nossa apreciação a algo bastante antigo e que tem gente que vai de Charles Schulz a Chris Ware, passando por Umberto Eco e Jack Kerouac, entre seus fãs: Krazy Kat, tira de George Herriman que foi de 1913 a 1944, sobre a gata (ou seria um gato?) que empresta seu nome a série e é apaixonada por Ignatz Mouse, o rato que a despreza e atira tijolos em sua cabeça o tempo todo (os quais ela entende como sinal de amor), tudo com cenários surreais ao fundo e sob a vista do cachorro policial Officer Bull Pupp, por sua vez apaixonado pela gata/gato.
Já faz um tempo que a Fantagraphics vem publicando a séria completa, devagar e sempre.

1 Comentários:

Blogger burns disse...

foda

11:14 AM  

Postar um comentário

Links para esse post:

<< Home